e-Astronomia no maior evento científico da América Latina

09 de agosto de 2019 | LIneA

A reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) ocorreu em Campo Grande, MS de 21 a 27 de Julho de 2019 e é o maior evento científico da América Latina, reunindo cientistas do Brasil inteiro. A reunião, que ocorreu no campus da UFMS, é aberta ao público, que tem a oportunidade de entrar em contato com cientistas e sua ciência.

blank
Cartaz: 71a Reunião Anual da SBPC

Um dos destaques do evento é a Avenida da Ciência, onde as unidades de pesquisa do Ministério de Ciência e Tecnologia montaram estandes para demonstrar a ciência e serviços produzidos por elas. As unidades de pesquisa que compõem o LIneA – ONLNCC, e RNP – também estiveram presentes, representando as áreas de astronomia, computação e redes de alto de desempenho.

Astronomia é uma área muito atrativa, com o estande do ON recebendo milhares de visitantes ao longo da semana. Lá estava sendo mostrada a história dos 100 anos do Eclipse de Sobral, que fez aniversário em 29 de Maio de 2019 e que comprovou a teoria da relatividade geral de Albert Einstein. A história do eclipse foi contada através de uma exposição fotográfica, experimentos e concorridas sessões de realidade virtual – além de observação do Sol em frente ao estande usando um filtro especial.

Graças ao desenvolvimento da relatividade geral, chegamos ao modelo do Big Bang para a origem do universo e à previsão da existência de buracos negros – hoje observados através de ondas gravitacionais pelo LIGO e uma “imagem direta” feita pelo EHT. Além disso, a teoria da relatividade geral é aplicada à tecnologia de GPS que é utilizada em aplicativos de mapa e trânsito para você chegar ao lugar certo na hora certa.

Além da presença na Avenida da Ciência, pesquisadores apresentaram palestras, como, por exemplo, Alex Moura da RNP (Figura 1), falando da Ciberinfraestrutura de apoio à e-Ciência e inovação, a qual é fundamental para os grandes levantamentos astronômicos coordenados pelo LIneA, como DES e LSST. Do LNCC, por exemplo, Carla Osthoff apresentou “O Supercomputador SDumont e os desafios da pesquisa em computação de alto desempenho no Brasil” o qual é utilizado para as análises realizadas pelo LIneA. Ricardo Ogando (ON e LIneA), além de atuar no estande do Observatório, apresentou palestra no Clube de Astronomia Carl Sagan da UFMS (Figura 2) e participou de um bate-papo sobre astronomia em duas escolas municipais de Campo Grande. Em uma delas, o convite surgiu graças a uma troca de postais entre estudantes e cientistas que foi apoiada pela SBPC e a prefeitura de Campo Grande. Essa interação entre cientistas e estudantes é fundamental frente ao resultado de pesquisa recente mostrando que jovens reconhecem a importância da ciência mas não sabem quem são os cientistas brasileiros. Nesse ponto, houve um grande engajamento com a mídia local e nacional para tentar aumentar esse alcance (ver links abaixo em Mais notícias).

Comunicar a ciência feita nos centros de pesquisas e universidades é fundamental para o desenvolvimento da sociedade e uma das atividades do INCT do e-Universo que apoia as atividades do LIneA.

blank
Figura 1: Alex Moura (RNP) falando sobre Ciberinfraestrutura. Crédito: Ricardo Ogando
blank
Figura 2: Ricardo Ogando (ON e LIneA) falando para o Clube de Astronomia Carl Sagan. Crédito: Clube de Astronomia Carl Sagan

Mais notícias:

Deixe um comentário